Homenagem aos futuros mortos

Governo antecipa compra de coroas

Julia Duailibi, SÃO PAULO, O Estadao de S.Paulo

08 de janeiro de 2009 | 00h00

A Presidência da República mostrou ser bastante precavida no que diz respeito a homenagens póstumas: acabou de abrir licitação para comprar 60 coroas fúnebres, que deverão ser enviadas ao longo de 2009. Serão comprados artigos nos tamanhos médio e grande para serem distribuídos de acordo com a "notoriedade" do homenageado.Os mortos mais ilustres ganharão coroas "grandes especiais", compostas por flores nobres ou tropicais, que chegam a custar R$ 450 a unidade. Os menos ilustres ganharão apenas as coroas especiais, que são menores, têm menos variedade de flores e um custo máximo de R$ 350. E para os pouco ilustres, mas ainda ilustres o suficiente para ganhar uma coroa da Presidência, serão mandadas as de tamanho médio, com "no mínimo 1,80 m de diâmetro", e o preço de R$ 220.A Secretaria de Administração da Casa Civil, responsável pela licitação, não especificou quem são os homenageados com direito a coroas grandes e quem são os que merecem as médias. Apenas disse que as flores serão enviadas em caso de falecimento de "autoridades ou cidadãos de renome na sociedade brasileira". No ano passado, a Presidência enviou 40 coroas.A empresa que venderá os artigos será responsável também por fornecer os arranjos de flores usados nas cerimônias do Palácio do Planalto e do Alvorada. Ao todo serão destinados R$ 42.680 para a compra, sendo que as coroas custarão quase a metade (R$ 20.510).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.