Homem se interna no Rio com medo da pneumonia asiática

Um homem que teve contato com um grupo de chineses há dez dias procurou nesta quinta-feira o hospital Lourenço Jorge, no Rio de Janeiro, para se internar com medo de estar com a pneumonia asiática. O diretor do hospital Flávio Silveira resolveu isolá-lo para evitar contágio de outros pacientes e profissionais.Silveira contou que o homem, cuja identidade não foi revelada, tem 44 anos e mora na Barra da Tijuca, zona oeste, onde fica o hospital. Ele chegou dizendo estar com febre, dores musculares e ligeira falta de ar. O homem disse que participou de uma festa na companhia dos chineses e, seis dias depois, começou a sentir os sintomas. Ainda na noite de hoje, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde começou a investigar o caso. As pessoas que tiveram contato com o doente serão procuradas. O diretor do hospital disse que o homem deverá ser levado para um dos hospitais de referência selecionados pelo Ministério da Saúde.O grupo de chineses que teve contato com o paciente já deixou o Rio, mas Flávio Silveira não soube informar se eles saíram do Brasil. O doente disse aos médicos que, antes de partir, eles passariam por Brasília.Veja o índice de notícias sobre a pneumonia atípica

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.