Holdenn e Zequinha se recusam a dar esclarecimentos

Nos últimos dias, o Estado procurou os proprietários da Holdenn e o deputado Zequinha Sarney (PV-MA), em busca de esclarecimentos sobre a compra do apartamento. À Holdenn, foram enviadas na quarta-feira três perguntas acerca das condições em que se deu transação. Em e-mail remetido na noite de ontem, a empresa afirmou que não dará mais informações sobre o assunto. E disse estranhar as perguntas do jornal.

Rodrigo Rangel, O Estadao de S.Paulo

04 de setembro de 2009 | 00h00

"A empresa dá por encerrada toda e qualquer informação a respeito do assunto, por considerá-lo totalmente esclarecido", diz a nota. No dia 18 de agosto, o Estado enviou à empresa outro rol de perguntas, nunca respondidas.

A Zequinha Sarney também foram enviadas três perguntas. Em resposta, sua assessoria informou que o deputado mandou que fosse reencaminhada ao Estado a nota distribuída por ele em 16 de agosto, data da primeira reportagem sobre o assunto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.