Hillary deve visitar o Brasil ainda em maio

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, pode fazer sua primeira visita oficial ao Brasil no final deste mês. A data provável da chegada de Hillary é 27 de maio, segundo disseram ao Estado fontes envolvidas na preparação da viagem. A secretária passaria dois ou três dias no País. O roteiro em negociação prevê visitas a Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e, possivelmente, Manaus. Um dado curioso é que, se as datas forem confirmadas, Hillary chegará ao Brasil um dia após encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, um dos mais renhidos opositores da política externa dos Estados Unidos na América Latina.

AE, Agencia Estado

13 de maio de 2009 | 10h00

Há pelo menos dez dias, funcionários do serviço diplomático americano negociam com o Itamaraty as datas e a agenda da viagem de Hillary. Por razões de segurança, as tratativas têm sido mantidas em sigilo. O objetivo principal da visita de Hillary é preparar a primeira viagem do presidente Barack Obama ao Brasil. No encontro que teve com Lula em Washington, em março, Obama prometeu retribuir a visita em breve. A viagem poderá ocorrer entre julho e agosto.

Hillary deverá tratar também de assuntos que nos últimos meses têm sido recorrentes na agenda diplomática dos dois países, como segurança, combate ao narcotráfico e, na área militar, a insatisfação da Casa Branca com a crescente influência da Rússia na região. Nos últimos meses, os russos têm negociado cooperações militares com vários países sul-americanos, dentre eles Bolívia, Equador e a própria Venezuela de Chávez. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
diplomaciaBrasilEUAHillary

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.