Heloísa rebate acusação e chama Renan de 'delinqüente'

A presidente nacional do PSOL, Heloísa Helena, rebateu hoje denúncia feita pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que acusou a ex-senadora alagoana de estar sendo processada pela Receita Federal, por um débito com o Imposto de Renda Pessoa Física no valor de quase R$ 1 milhão. A acusação foi feita ontem durante a sessão de votação da cassação de Renan, que terminou sendo absolvido por 40 a 35 votos, além de seis abstenções. Heloisa chamou Renan de "delinqüente e vagabundo". Ela disse também que o presidente do Senado não tem moral para acusá-la de nada. "Esse delinqüente, esse vagabundo, não tinha o que fazer diante da denúncia que fiz contra ele no Conselho de Ética, de receber ajuda financeira de um lobista da Construtora Mendes Júnior para pagar suas despesas pessoais, vem num momento tenso, aproveitando a crise moral que paira sobre o Congresso, querer me acusar de sonegação de imposto", reagiu Heloísa. Segundo ela, a denúncia de Renan não passa de uma provocação, com o objetivo de confundir a opinião pública. No entanto, a ex-senadora alagoana confirmou que responde a processo no fisco. "O meu problema com o fisco é por conta da verba de gabinete que eu recebia quando era deputada estadual", revelou Heloísa, acrescentando que vários deputados de Alagoas e parlamentares de outros Estados também enfrentam esse mesmo problema com o Fisco. "Essa cobrança está sendo contestada na Justiça, porque a Receita Federal entende que a verba de gabinete que eu e outros deputados recebiam deveria ser declarada e ninguém nunca declarou, porque não usava esse dinheiro como renda", explicou a ex-senador Heloísa Helena. "Já o senador Renan agiu exatamente de forma diferente: incluiu a verba de gabinete que recebeu do Senado na sua declaração de rendimentos para tentar justificar que tinha condições de pagar uma pensão de R$ 12 mil a mulher que teve uma filha dele", ressaltou a presidente do PSOL.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.