Heloísa Helena: há pessoas capazes de matar Silvio Pereira no PT

A pré-candidata do PSOL à presidência da República, senadora Heloísa Helena (AL), acha que as preocupações do ex-secretário do PT, Sílvio Pereira, o Silvinho, em relação à sua segurança pessoal são pertinentes. "Do mesmo modo que existem petistas socialista e honestos, também há (no PT) pessoas capazes de roubar, matar, caluniar e liquidar qualquer um que passe pela frente, ameaçando seu projeto de poder", disse nesta segunda-feira, em Salvador. "É por saber disso, muito mais do que eu, que ele (Pereira) está preocupado em ser assassinado".Segundo ela, todo militante petista consciente sabe que Silvinho está dizendo "absolutamente a verdade". "Ele era o queridinho do PT e agora é chamado de traidor por revelar o que sabe sobre a rede de corrupção armada pela cúpula palaciana", declarou, afirmando que seria "impossível" o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desconhecer o assunto.Apesar das novas revelações de Silvinho sobre o esquema do mensalão, o PSOL mantém a posição de não se juntar aos que defendem o impeachment do presidente Lula. "Qualquer medíocre de plantão sabe que os fatos relacionados com a ação de tentar impedir a livre atuação do Legislativo via mensalão é motivo suficiente para se pedir o impedimento do presidente, mas achamos que um movimento desses no último ano do governo é inútil: queremos que Lula seja julgado pelo povo."Os bons resultados do presidente Lula nas últimas pesquisas são explicados pela senadora pelo fato dele "há cada vinte minutos estar aparecendo na televisão ou falando em rádio, usando para isso o dinheiro público". Na visão de Heloísa Helena, diante da exposição excessiva de Lula, ele deveria estar com 80% de aprovação. "Apesar de tudo, se o povo brasileiro quiser que esse governo de corruptos continue, paciência." A senadora esteve na capital baiana integrando a Comissão Mista Especial do "Salário Mínimo", que discutiu o tema no Plenário da Câmara Municipal de Salvador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.