Heloísa Helena exige lista de votação

A senadora Heloísa Helena (PT-AL) pediu para que o presidente do Conselho de Ética do Senado, Ramez Tebet, suspenda a sessão e exija do senador Antonio Carlos Magalhães que disponibilize a lista com o resultado da votação do processo de cassação do senador Luiz Estevão. "Eu não posso e não aceito ficar refém da sua memória, senador, de algo que não vi. É preciso que o senhor disponibilize a lista para que eu possa me defender de algo concreto", disse Heloísa Helena, acrescentando que foi uma das senadores que mais lutou e trabalhou pela cassação de Luiz Estevão. Ela disse ainda, justificando a cobrança da lista, que, "no mundo da política, da chantagem e dos grampos, uma lista como essa é uma preciosidade que não se destrói". A senadora, antes de exigir a lista com a votação da cassação de Luiz Estevão, fez a leitura de trechos de vários pronunciamentos de ACM sobre a violação do painel, feitos desde agosto do ano passado, quando surgiu na imprensa a primeira nota cogitando a violação do painel e afirmando que ela havia votado contra a cassação. Ao longo desses pronunciamentos, de agosto até semana passada, disse Heloísa Helena, ACM sempre negou ter obtido ou lido tal lista. Ela disse ainda que ficou assustada quando leu na imprensa a conversa que ACM teria tido com procuradores do Ministério Público, na qual ele dizia que ela havia votado contra a cassação. Heloísa Helena disse que, na mídia, ficou a palavra do "homem mais poderoso do País" contra a dela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.