Heloísa Helena é poupada em comissão do PT

A senadora Heloísa Helena (AL) foi poupada nos depoimentos da primeira audiência da comissão de ética do PT, realizada no fim de semana. Nenhum senador petista apareceu para depor contra ela porque, segundo dirigentes do partido, isso poderia criar no Senado o mesmo clima deinstabilidade que atinge hoje a bancada na Câmara. Integrantes da legenda ainda acham possível um entendimento para evitar a expulsão da senadora. Como tem uma ligação histórica com o partido, o seu desligamento poderiatrazer grande desgaste à direção petista.A situação é diferente em relação aos deputados LucianaGenro (RS) e João Batista de Araújo (PA), o Babá, que também sãoalvos da comissão. Os dirigentes dizem terem informações de queeles já preparam a criação de um novo partido, o que é negadopelos dois, e isso demonstraria que não existe a possibilidadede uma solução negociada. "Babá e Luciana já decidiram sair e querem o maior desgaste possível para o partido", afirmou Rocha. Já ossenadores Tião Viana (AC), líder do PT, e Ideli Salvati (SC),inicialmente na lista de testemunhas de acusação, nãoapareceram. "Não queríamos botar mais lenha na fogueira",justificou o secretário de organização do partido, SílvioPereira, responsável pela convocação das testemunhas deacusação.Um dos articuladores para uma saída no caso de HeloísaHelena é o senador Eduardo Suplicy (SP). Ele depôs hoje nacomissão de ética como testemunha de defesa da senadora esugeriu a aplicação do Artigo 67 do Estatuto do PT, que permite,em casos excepcionais, liberar parlamentares de votar de acordocom as determinações do partido.Heloísa Helena não quis comentar a ausência deparlamentares para acusá-la. "Fui informada que Tião e Idelipoderiam vir, mas não sei os motivos para eles não terem vindo" disse a senadora, que repetiu não estar negociando um acordodiferenciado para livrá-la da expulsão. "Eu me sentiria uma vigarista política se tivesse negociando uma medida disciplinar diferenciada".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.