Heloisa Helena admite que deve ser expulsa do PT

A senadora Heloísa Helena (AL) admitiu nesta quarta-feira, pela primeira vez, que deve ser expulsa do PT. ?Tenho visto como as coisas estão circulando no partido e sei que a situação é difícil?, afirmou ela. ?Estou me preparando para isso (para a expulsão), mas eles vão ter de fazer muita força para me colocar no tronco.?Aos 40 anos, a senadora, que é alvo de um processo na comissão de ética petista por ?indisciplina partidária?, descarta a hipótese de se filiar a qualquer outro partido caso seja desligada da legenda. ?Eu não nasci com cargo político, não há problemas para mim em voltar a dar aulas na universidade?, contou Heloísa Helena, que é formada em enfermagem e especialista em epidemiologia.?Não sou vigarista que usa partidos de aluguel só para se eleger?, completou a senadora. As poucas chances de conseguir escapar da expulsão estão ligadas à sua posição irredutível diante da proposta de reforma da Previdência. A senadora não quer se comprometer a declarar obediência às decisões partidárias e diz que só votará segundo suas convicções, mesmo que isso a leve a ?abrir mão de um sonho?, que é ser prefeita de Maceió.?Estou em primeiro lugar nas pesquisas para a prefeitura, mas estou abrindo mão disso?, disse ela. ?Se para ter legenda vou ter de vender minha alma, então eu prefiro voltar para a sala de aula.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.