Heloísa deve participar de movimento criado por Marina

A ex-senadora Marina Silva informou hoje que conversou recentemente com a vereadora Heloísa Helena (PSOL) e que, durante o diálogo, ela disse que deve participar do projeto político capitaneado pela ex-ministra do Meio Ambiente, recém-saída do PV. Além da vereadora, os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF) e Pedro Taques (PDT-MT), segundo a ex-ministra, já deram sinalizações de que farão parte do movimento suprapartidário.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

04 de agosto de 2011 | 14h18

"Nós conversamos por telefone e ela sinalizou que quer estar nesse debate", disse Marina, referindo-se à vereadora. A ex-ministra, que fez palestra hoje no XI Congresso Brasileiro do Ministério Público de Meio Ambiente, na capital paulista, disse também que os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e Pedro Simon (PMDB-RS) devem participar também da iniciativa.

Em junho, Heloísa já havia dito que poderia colaborar com a ex-ministra, independentemente de continuar no PSOL. Ela manifestou ainda afeto e respeito pela ex-colega de Senado. "Caso ela resolva criar um movimento nacional que possa ou não culminar com a construção de um novo partido, entendo que é legítimo que possamos democraticamente ajudá-la", afirmou na época.

A amizade entre as ex-senadoras é antiga. Em 2010, Heloísa chegou a se indispor com o PSOL por defender o apoio do partido à candidatura de Marina Silva à sucessão ao Palácio do Planalto. A manifestação da vereadora causou constrangimento no PSOL, que acabou escolhendo Plínio de Arruda Sampaio como candidato da legenda.

Tudo o que sabemos sobre:
movimentoMarinaHeloísa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.