Heloísa acusa vereadora e é processada

A vereadora Heloísa Helena (PSOL) responderá a processo por quebra de decoro parlamentar na Câmara Municipal de Maceió. Ela é acusada de agredir verbalmente a colega Tereza Nelma (PSB). Nelma levou o caso à Comissão de Ética após bate-boca com a ex-senadora, que a acusou de ter copiado um projeto de outro Estado e de ter recebido ilegalmente R$ 162 mil de verba de gabinete.Heloísa levantou suspeita de que Nelma está envolvida com desvio de recursos destinados a entidades que cuidam de crianças carentes e excepcionais. Por fim, chamou Nelma de "porca trapaceira" e "ladra de próteses de criancinhas deficientes". "Vereador pode roubar os cofres públicos, mas não pode chamar o outro de porco ou de porca", insistiu Heloísa. "Entrei com pedido de quebra de decoro e estou preparando também outro processo por danos morais", avisou a outra vereadora.Segundo o presidente da Comissão de Ética, Marcelo Gouveia (PR), quem faz as acusações "tem de provar". Se condenada, Heloísa pode até perder o mandato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.