Helicóptero começa resgate de navio encalhado no gelo da Antártida

Um helicóptero chinês conseguiu alcançar o navio russo encalhado na Antártida por nove dias e deu início ao resgate das 52 pessoas que estão a bordo e passaram o Natal e o Ano Novo presas no gelo, disse o líder da expedição nesta quinta-feira.

Reuters

02 Janeiro 2014 | 13h13

O helicóptero saiu a partir do quebra-gelo chinês Snow Dragon e vai transportar todos os passageiros do navio Akademik Shokalskiy para um navio de abastecimento da Antártida australiano, o Aurora Australis.

Chris Turney, líder da expedição privada, disse que as condições melhoraram o suficiente para permitir o resgate após dias de fortes ventos, neblina e gelo em movimentação no mar.

"O helicóptero chinês chegou ao Shokalskiy. Há 100 por cento de certeza de que vamos sair! Um grande agradecimento a todos", publicou Turney no Twitter.

Imagens de televisão mostraram o helicóptero testando um heliporto improvisado no gelo e aparentemente retirando os primeiros 12 passageiros.

O navio russo deixou a Nova Zelândia em 28 de novembro para comemorar o centenário da viagem à Antártida liderada pelo famoso explorador australiano Douglas Mawson.

A embarcação encalhou em 24 de dezembro, 100 milhas náuticas a leste da estação antártica francesa Dumont D'Urville e a cerca de 1,5 mil milhas náuticas ao sul do Estado australiano da Tasmânia.

Mais conteúdo sobre:
GERAL ANTARCTIDA HELICOPTERO RESGATE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.