Hartung pode ir para o PMDB

O líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), disse hoje que o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, deverá deixar o PSB para ingressar no PMDB. As negociações estão adiantadas e contam com o aval do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já que a filiação do governador ao PT teria esbarrado em problemas locais. Ao mesmo tempo em que o PMDB comemorava hoje a filiação dos senador Romero Jucá, que deixou o PSDB, o líder do PFL, senador José Agripino (RN), negava rumores de que a senadora Roseana Sarney deixaria o partido para também ingressar no PMDB. ?O PFL confia inteiramente nos seus quadros e tem certeza que os garantirá?, afirmou Agripino, que antes havia cobrado uma posição do senador Renan Calheiros sobre as pressões do PMDB sobre pefelistas. ?Não haverá cooptação?, disse Calheiros a Agripino. A expectativa de troca-troca é tão grande entre os senadores que o senador Demóstenes Torres (PFL-GO) brincou com o líder do PFL, ao entrar no plenário: ?A notícia agora é que Agripino vai para o PMDB."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.