Hartung diz que Senado deve investigar TDAs

Ao considerar "muito grave" a denúncia envolvendo o presidente do Congresso, senador Jader Barbalho (PMDB-PA), com a venda de Títulos da Dívida Agrária (TDAs) que teriam sido emitidos de forma fraudulenta, o líder do PPS, senador Paulo Hartung (ES), disse que o Senado terá de investigar a acusação, publicada pela revista Isto É. Segundo ele, na segunda-feira deverá ocorrer uma reunião dos oposicionistas para discutir como esse assunto será tratado. "É uma denúncia grave, envolve recursos federais e uma autoridade pública, que é o presidente do Congresso Nacional", ressaltou Hartung. O líder do PPS deixou claro, porém, que, caso a investigação seja conduzida pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, Jader deverá ter amplo direito de defesa e os senadores não podem fazer pré-julgamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.