Hartung: declaração de Bornhausen é "desrespeitosa"

O líder do PPS, senador Paulo Hartung (ES), considerou "desrespeitosa" a declaração do presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), de que o bloco oposicionista será "uma sublegenda do PMDB" se não votar fechado no senador Jefferson Peres (PDT-AM) à presidência do Senado. Segundo Hartung, Bornhausen não é "a pessoa mais credenciada para fazer juízo de valor de nenhuma força política". "Se fosse sincero o veto ético de Bornhausen ao senador Jader Barbalho, não teria sido ele o articulador da obstrução ao apoio do PFL ao senador Jefferson Peres. Essa é a ética da conveniência", concluiu o líder do PPS, que tomou café da manhã em sua residência com o candidato do PFL, PTB e PPB à presidência do Senado, Arlindo Porto (MG).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.