REUTERS/Rodolfo Buhrer
REUTERS/Rodolfo Buhrer

Haddad visita Lula para discutir 2º turno

Primeira agenda oficial do candidato do PT à Presidência é uma reunião com o ex-presidente na carceragem da PF em Curitiba

O Estado de S. Paulo

08 Outubro 2018 | 11h09

Fernando Haddad já está em Curitiba para uma visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Lava Jato, que cumpre pena na Superintendência da Polícia Federal. É o primeiro ato da agenda oficial do candidato do PT à Presidência após receber 29,3% dos votos no domingo contra 46,1% de Jair Bolsonaro (PSL).

Assim que eleito, Haddad fez questão de agradecer o ex-presidente em agenda pública. Além dele, vão visitar Lula o secretário de finanças do partido, Emídio de Souza, e Luiz Eduardo Greenhalgh, advogado historicamente ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

O encontro deve definir quais as prioridades de Haddad no 2º turno. O PT espera que Lula delibere sobre alianças e quais os rumos de Haddad. Setores petistas já discutem se o candidato à Presidência deve assumir um caminho mais independente a Lula para tentar atrair eleitores mais ligados ao centro. 

Um dos pontos que pode ser mudado no 2º turno é o programa de governo, feito sob medida para Lula. Já há grupos petistas quem defendem que ele modere em questões tributárias, reforma da Constituição, entre outros temas.   

Para petistas ligados ao candidato, Haddad vai ter de sair de "baixo das asas de Lula" para ser ele próprio neste 2º turno. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.