Haddad terá apoio da Prefeitura para a transição, diz Kassab

Prefeito diz que apesar da derrota Serra não deve abandonar a vida política e pode 'ajudar em outras missões'

Álvaro Campos e Guilherme Waltemberg, da Agência Estado,

28 de outubro de 2012 | 20h30

SÃO PAULO - O atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), afirmou neste domingo, 28, que o prefeito eleito Fernando Haddad (PT) poderá contar, já a partir da segunda-feira, com o apoio da Prefeitura para o trabalho de transição.

 

Ele chegou por volta das 19h45 ao comitê de campanha do candidato derrotado José Serra (PSDB) no edifício Joelma, no centro da cidade, e cumprimentou tanto Serra quanto Haddad pela campanha que protagonizaram.

 

"Eu cumprimento aqui o candidato Haddad e lhe desejo sorte para que construa sua equipe. A prefeitura, a partir de amanhã (segunda), vai estar a sua disposição para apoiar e ajudar no período de transição e para que ele possa ser empossado, em 1o. de janeiro, totalmente integrado, com condições para cumprir o seu dever de administrar a cidade", disse Kassab.

 

Segundo Kassab, seu sucessor terá uma tarefa difícil e complexa, pois São Paulo é uma cidade com muitos problemas.

 

Ele também deu a entender que Serra, apesar da derrota, não deve abandonar a vida política, pois pode ajudar em "outras missões". "Renovo aqui minha admiração pelo Serra, que é um homem inteligente e íntegro."

 

Kassab chegou ao comitê do PSDB acompanhado do vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos (PSD). Afif, assim como Fernando Henrique Cardoso e outras lideranças tucanas, destacou a necessidade de renovação do partido.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012KassabSerraHaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.