Haddad se exime de culpa por vídeo que compara Serra a Hitler

Petista afirmou que a pessoa responsável pela divulgação é quem deve pedir desculpas

Daiene Cardoso - Agência Estado,

09 de agosto de 2012 | 15h40

São Paulo, 09 - O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, eximiu-se da culpa e disse nesta tarde, 9, que quem deve pedir desculpas à campanha do tucano José Serra é a pessoa responsável pela divulgação do vídeo que o comparou à figura de Adolf Hitler. "A pessoa foi afastada e ela é a responsável que tem que pedir (desculpas)", afirmou.

O petista tentou distinguir o erro cometido por sua campanha com o episódio ocorrido em 2008, envolvendo a então candidata do partido à Prefeitura da capital paulista, hoje senadora Marta Suplicy. À época, a campanha televisiva de Marta questionou a vida pessoal do atual prefeito Gilberto Kassab (PSD). Para mostrar que são episódios distintos, Haddad reforçou: "O erro (de

comparar Serra Hitler) foi identificado rapidamente e o responsável afastado. Penso que está bem assim, né? Se todo mundo tiver esse tipo de postura, se todo mundo agir rapidamente, em episódios como este..."

Haddad destacou que o profissional que fez a divulgação em seu site de campanha não foi o responsável pela produção do vídeo, mas de qualquer forma cometeu um erro ao vinculá-lo à sua página oficial na internet. "Foi um erro, profissionais erram", lamentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.