Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Haddad promete mais diálogo com trabalhadores ambulantes

Candidato do PT à Prefeitura visitou comércio de São Miguel Paulista e criticou gestão Kassab

Bruno Lupion, do estadão.com.br

10 de julho de 2012 | 17h17

SÃO PAULO - O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, pediu votos e fez corpo a corpo com moradores e comerciantes de São Miguel Paulista, na Zona Leste da capital, nesta terça-feira, 10. Haddad caminhou pelo calçadão da rua Serra Pelada, polo de comércio popular do bairro, e se dividiu entre visitas a lojas e conversas com trabalhadores ambulantes, que pediram um olhar mais cuidadoso da Prefeitura para suas necessidades. "Não esquece dos ambulantes", gritou a eleitora Nailde Pereira, de 54 anos, dona de uma banca de bolsas e cintos no meio do calçadão. "O Kassab foi péssimo para nós", afirmou.

Questionado por diversos camelôs, Haddad prometeu "mais diálogo" com a categoria e sugeriu a criação de shoppings populares e feiras de ambulantes em horários pré-determinados. "Há como acomodar esses interesses, mantendo a calçada livre para o pedestre e a rua organizada para o comércio formal. O que não pode é, a três meses da eleição, a prefeitura mudar as regras do jogo e reprimir a população que está há 15 anos exercendo o ofício regularmente, sobretudo em relação aos ambulantes com deficiência física", disse, em menção às medidas da gestão Kassab, que em maio deste ano extinguiu bolsões de comércio ambulante em diversas regiões da capital paulista.

Haddad estava acompanhado do cantor Netinho de Paula, que abandonou sua pré-candidatura a prefeito pelo PC do B em nome da coligação com o PT. A presença do músico contribuiu para um grande assédio popular, ao qual Haddad disse estar cada vez mais acostumado. "A presidente Dilma havia me dito isso, o contato com o povo te alimenta para a disputa", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.