JF Dorio/AE
JF Dorio/AE

Haddad não participará de reunião de Marta com Lula

Candidato se reúne com representantes do setor da construção civil na segunda-feira, mas mostrou-se animado com a possibilidade de ter a ex-prefeita ao seu lado

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

26 de agosto de 2012 | 16h42

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, pregou na tarde de hoje o que chamou de "modo moderno de fazer política", ao rebater críticas veiculadas na campanha de seu adversário, o tucano José Serra. "A campanha tem que ser propositiva", defendeu.

Questionado se participaria da reunião do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy, que ocorre nesta segunda-feira, o candidato negou. "Tenho reunião com representantes do setor de construção (civil). Há ansiedade dos empresários. Eles querem investir", afirmou.

O candidato, no entanto, mostrou-se animado com a possibilidade de ter Marta ao seu lado. "Marta tem muito prestígio na cidade", comentou.

Durante caminhada na feira da Vila Madalena, Haddad, que estava acompanhado de sua esposa Ana Estela, de sua vice, Nádia Campeão (PCdoB), da ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para Mulheres, e do senador Eduardo Suplicy, o candidato cumprimentou comerciantes, tirou fotos com simpatizantes, ouviu cobranças e críticas à educação pública e fez compras.

Ele presenteou sua esposa com um bracelete que custou R$ 21 e também com uma caneca que trazia uma foto panorâmica da cidade de São Paulo, por R$ 20.

No curto passeio, as bandeiras da campanha de Haddad se misturaram às do tucano José Serra e do candidato Gabriel Chalita, do PMDB, que também enviaram representantes no local.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPFernando HaddadPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.