Haddad ganha direito de resposta contra Serra

Petista entrou na Justiça contra propaganda tucana que dizia ter recebido, em 2005, uma Prefeitura 'só com R$ 16 mil no banco'

Guilherme Waltenberg, de O Estado de S. Paulo

20 de setembro de 2012 | 19h43

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, ganhou direito de resposta de um minuto contra o candidato do PSDB, José Serra. O candidato petista entrou na Justiça contra peça do tucano veiculada no rádio, no dia 10 de setembro, em que ele alegava que ao assumir o executivo municipal, em 2005, recebeu "uma Prefeitura falida, só com R$ 16 mil no banco(...)", acrescentando, ainda, que seria essa "a herança recebida do PT".

A relatora do processo, Diva Malerbi, entendeu que o direito de resposta devia ser concedido pois a afirmação era "sabidamente inverídica", uma vez que constou no processo o balanço financeiro da Prefeitura no exercício de 2004. A decisão foi por maioria dos membros da Corte, contra o voto do juiz Paulo Galízia, que negava provimento ao recurso. Cabe recurso ao TSE dessa decisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.