Haddad diz que tucano ?traz o mal para a cidade?

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, elevou o discurso nesta quarta-feira (19) contra o tucano José Serra, a quem chamou de "triste" e que "degrada o ambiente político". "Ele (Serra) é uma pessoa que só traz o mal para a cidade de São Paulo, para o Estado. Uma pessoa que não tem a menor generosidade nem com as pessoas do partido dele", afirmou Haddad, após caminhada na zona norte. "Uma pessoa que tem dificuldade de relacionamento humano, que a toda hora alguém tem que dizer que ele chora, que é sensível, tamanha a falta de humanidade da pessoa."

BRUNO LUPION, Agência Estado

20 de setembro de 2012 | 09h05

Haddad adotou o tom no dia em que reportagem da Folha de S. Paulo mostrou que seus advogados afirmaram, numa petição à Justiça Eleitoral, ser "degradante" a associação de José Dirceu, Delúbio Soares e Paulo Maluf ao candidato petista, algo que propagandas de Serra vêm fazendo.

A peça publicitária tucana diz que, se o eleitor votar em Haddad, "voltam" à cena figuras como os réus no mensalão e o deputado do PP. O pedido de direito de resposta dos advogados do PT foi negado. Para Haddad, houve "má interpretação" do uso do termo. O verbo degradar é usado pela Lei das Eleições para definir as hipóteses proibidas no horário eleitoral. O dispositivo veda a veiculação de mensagens que possam "degradar ou ridicularizar" candidato, partido ou coligação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPHaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.