Haddad diz que outros bancos podem repetir acordo com MP

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse ontem que outros bancos podem repetir o acordo feito pelo Deutsche Bank com o Ministério Público. Os promotores conseguiram que a instituição alemã pagasse indenização de US$ 20 milhões aos cofres paulistanos por ter recebido, nas Ilhas Jersey, dinheiro suspeito de ter sido desviado de obras pelo ex-prefeito Paulo Maluf (PP). "Estamos procurando contato com esses bancos", afirmou Haddad. Maluf nega os desvios e diz nunca ter tido conta no exterior.

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2014 | 09h01

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.