Haddad critica Serra por cumprir mandato pela metade

Um dia depois de o candidato à Prefeitura de São Paulo José Serra (PSDB) garantir na TV que vai cumprir todo o mandato se for eleito, a campanha do petista Fernando Haddad começou a veicular uma propaganda criticando o abandono da Prefeitura pelo tucano em 2006, quando Serra deixou o cargo para concorrer ao governo do Estado.

ISADORA PERÓN, Agência Estado

04 de setembro de 2012 | 21h05

"Sabe aquele candidato que abandonou a Prefeitura no meio do mandato? Que deixou um vice para tomar conta da cidade? E que tem costume de pular de galho em galho? Tá aí mais uma vez, querendo se passar pelo novo", diz o comercial de 30 segundos.

A inserção traz imagens de uma vitrola antiga, cuja agulha começa a arranhar o som. Essa é a deixa para narrador dar o recado: "Está na hora de mudar de música". Surge então um tablet na tela e o jingle de Haddad começa a tocar. O petista, no entanto, não aparece na peça.

A saída de Serra da Prefeitura em 2006, um ano e três meses após tomar posse, é considerada um dos principais componentes que alavancam o índice de rejeição do tucano, que segundo a última pesquisa Datafolha é de 43%. Na segunda-feira, 3, ele abordou o tema de forma direta pela primeira vez no horário eleitoral. Na TV, disse que achava natural os eleitores terem dúvidas quanto a sua permanência no cargo e garantiu que, desta vez, iria "cumprir o mandato inteiro".

A campanha de Haddad já havia criticado Serra por esse motivo. No primeiro programa do petista, Haddad repetiu por duas vezes que São Paulo estava "cansada de prefeitos de meio mandato". Um comercial com o mesmo mote foi veiculado nos dias seguintes.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012SPHaddadmandatoSerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.