Haddad aposta em 'vontade' e em Lula para emplacar em SP

Pré-candidato petista reconhece ser ainda pouco conhecido pelo eleitorado paulistano e recorre à intuição do ex-presidente ao tê-lo indicado para a disputa

do estadão.com.br

22 de março de 2012 | 13h12

O pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, aposta na intuição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e na sua vontade em disputar as eleições para se tornar conhecido do eleitorado paulistano. "Estou com muita vontade [de ser prefeito]", disse em entrevista à Rádio Capital, na manhã desta quinta-feira, 22.

 

Em último colocado nas pesquisas recentes de intenções de voto, o petista foi escolhido por Lula para ser o nome do partido. O tratamento contra o câncer na laringe, no entanto, não tem permitido o envolvimento direto do ex-presidente na campanha. "O presidente é muito intuitivo. Quando ninguém acreditava que a presidente Dilma se viabilizaria no governo, ele disse que ela iria se enquadrar [no gosto do eleitorado]", respondeu Haddad, ao ser questionado se sua baixa popularidade não vai prejudicá-lo na campanha. "Estou convicto de que vamos apresentar a melhor proposta. Não tenho dúvida de que vamos mostrar capacidade de executar essa proposta", completou.

 

Ao contrário das últimas entrevistas, o petista não atacou seu principal adversário até o momento, o pré-candidato tucano José Serra. Nesta quinta, Haddad voltou suas críticas à gestão do prefeito Gilberto Kassab, a qual, segundo ele, tem o "sub investimento" como marca. "Vamos trazer muito investimentos. Porque não vamos colocar os interesses partidários acima dos interesses públicos."

 

Haddad voltou a defender o fim da cobrança da taxa da inspeção veicular. "Tem gente dizendo que quer acabar com inspeção, tá errado. Inspeção é qualidade de vida. A taxa está incluída no IPVA. A questão ambiental tem que ser preservada", afirmou fazendo referência à promessa feita pelo pré-candidato do PMDB, Gabriel Chalita, no início da semana.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
haddadeleiçõeslula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.