Hackers invadem site do SBT e protestam contra corrupção

A assessoria do SBT informou que apura os responsáveis pelo 'ataque'

18 de setembro de 2007 | 20h09

Hackers invadiram o site do SBT na noite da última segunda-feira e escreveram uma espécie de manifesto contra corrupção e "toda essa vergonha da qual hoje somos testemunhas". A página inicial da emissora foi alterada para uma tela com o logo da empresa e um pequeno texto, assinado por um usuário apresentado como Lady Lara.   "Não agüento mais (..) corrupção ativa, corrupção passiva, superfaturamento, fraudes no orçamento, fraudes na aposentadoria, desvio de verbas públicas, enriquecimento ilícito, desprezo dos interesses e das necessidades do povo...", escreve o pirata virtual na página.   Nesta terça-feira, 18, a assessoria do SBT afirmou que a emissora, por meio de seu departamento de tecnologia, e a Telefónica, sua parceira no setor de tecnologia, vão tomar "as providências que se fizerem necessárias" para impedir novos ataques. O site teve as "pichações" limpadas pela tecnologia da empresa por volta das 9 horas.   Segundo a assessora de imprensa e responsável pelo site do SBT, Maísa Alves, o SBT e a Telefónica estão averiguando quem está por trás do ataque virtual. A assessora ressaltou que esta foi a primeira vez que o site foi invadido. A assessoria da emissora descartou emitir qualquer opinião sobre o conteúdo da mensagem.                  

Tudo o que sabemos sobre:
SBThackers

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.