Guterres alega não ter hora para receber Garotinho

O principal encontro previsto na visita do candidato a presidente do PSB a Portugal, Anthony Garotinho, não vai realizar-se. O primeiro-ministro português e presidente da Internacional Socialista, Antônio Guterres, não deve receber o governador do Rio.?O primeiro-ministro não tem horário na agenda?, explicam os assessores de Guterres. Isso apesar de Guterres encontrar-se no governo em gestão de assuntos correntes ? o governo já foi demitido, mas assegura a continuidade até as eleições de 17 de março.Apenas uma personalidade da área socialista deve encontrar-se com Garotinho: o secretário-geral do PS português, Eduardo Ferro Rodrigues, que é candidato ao lugar de primeiro-ministro nas próximas eleições.Na viagem a Portugal, o único compromisso oficial de Garotinho é a assinatura de um convênio entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro com o Instituto de Cooperação Técnica Internacional.Nesta quarta-feira à noite, Garotinho teve um encontro com os professores do Instituto Superior de Economia e Gestão de Lisboa. Frente a uma barragem de críticas dos professores ? a maior parte monetarista ?, ficaram à mostra algumas dificuldades do governador quanto ao papel do Estado na definição das taxas de juros para os consumidores. Ele chegou a dizer que ?empresas não podem emitir dívidas em bolsa?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.