Gurgel: Sociedade foi fundamental para derrubar PEC 37

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta quarta-feira que a participação da sociedade, nas manifestações que ocorrem País afora nas últimas semanas, foi fundamental para a derrubada na noite de desta terça-feira, 25, da chamada PEC 37, a Proposta de Emenda à Constituição que pretendia restringir o poder de investigação criminal do Ministério Público. "A participação da sociedade sempre tem importância fundamental, já que era preciso mobilização da sociedade", disse.

RICARDO BRITO, Agência Estado

26 de junho de 2013 | 14h29

Roberto Gurgel, contudo, disse também que houve uma "sensibilidade grande" das lideranças do Congresso para a "gravidade dos efeitos" da proposta, caso ela fosse aprovada. A Câmara decidiu antecipar a apreciação da matéria e a rejeitou por 430 votos a favor, nove contra e duas abstenções.

O chefe do Ministério Público Federal considerou a sessão desta terça como um dia "muito importante para a nação brasileira". "A nação brasileira, seja por intermédio da sociedade, seja por intermédio do Congresso, afirmou mais uma vez que a luta contra corrupção é uma das prioridades nacionais", disse.

Mais conteúdo sobre:
PEC 37GURGEL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.