Guerra diz que PSC apoiará José Serra

Além do PSC, o PSDB já conta com o apoio do DEM e do PPS

Carol Pires, de O Estado de S.Paulo

04 Maio 2010 | 18h45

BRASÍLIA - O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), contou, nesta terça-feira, que o PSC fechou acordo para apoiar José Serra na corrida pela sucessão presidencial. O anúncio, segundo o senador, foi feito pelo presidente do PSC, Pastor Everaldo, em ligação feita na tarde de hoje. O PSC tem 18 segundos no horário eleitoral gratuito, além 26 deputados federais e um senador.

 

O PT também estava buscando o apoio do PSC. A pré-candidata petista à sucessão de Lula, Dilma Rousseff, vinha tentando marcar um encontro com o presidente da legenda. "O governo colocou a língua de fora atrás deles", comentou Sérgio Guerra sobre a disputa pelo apoio do PSC.

 

O PSDB já conta com o apoio do PPS e do DEM. O senador Sérgio Guerra também dá como certo o apoio do PTB, apesar de o anuncia ainda não ter sido formalizado. O presidente do PTB, Roberto Jefferson, já declarou que gostaria de apoiar Serra, mas esbarra em setores da legenda que desejam continuar aliados ao governo do PT. O PTB tem 45 segundos no horário gratuito.

 

O presidente tucano não quis comentar, no entanto, a aliança que está sendo buscada com o PP. "O PP vai resolver este assunto mais na frente", disse Guerra. Hoje, o presidente da legenda, senador Francisco Dornelles (PP), almoçou com Dilma Rousseff, mas não deu uma resposta - se o PP apoiará ou não Dilma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.