Guerra diz que não é possível comemorar alta do PIB

O presidente do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE), divulgou nota oficial em que analisa o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) anunciado hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "Infelizmente, não podemos comemorar o crescimento do PIB como deveríamos. Os 7,5% seriam uma boa taxa de crescimento se os problemas estruturais da economia brasileira não estivessem aparecendo", criticou o dirigente tucano.

ANDREA JUBÉ VIANNA, Agência Estado

03 de março de 2011 | 17h35

Guerra destaca os "gastos excessivos feitos nos últimos anos", afirma que os "juros foram para as estrelas" e que os "cortes em investimentos e programas sociais anunciados até agora não passam de espuma". Para o pernambucano, outros cortes terão de ser feitos. Ele arremata lembrando do candidato tucano derrotado na eleição presidencial: "José Serra chamou a atenção para o estelionato eleitoral que se aproxima. Tem razão", concluiu.

Segundo o IBGE, a economia brasileira fechou 2010 com crescimento de 7,5%. Considerando apenas o quarto trimestre, em relação ao trimestre anterior, o aumento foi de 0,7%. Em 2010, o total de riquezas produzidas pelo país chegou a R$ 3,675 trilhões. Uma estimativa do Banco Central divulgada em fevereiro estimava crescimento 7,8% para a economia no ano passado.

Mais conteúdo sobre:
PSDBGuerraPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.