Guerra dificulta implantação do modelo econômico do PT, diz Genoino

O presidente do PT, José Genoino, disse neste sábado que uma eventual guerra contra o Iraque trará grande dificuldade para a transição do modelo neoliberal para um modelo baseado na produção e geração de emprego, que o governo Luiz Inácio Lula da Silva quer implantar no Brasil. "As dificuldades vão afetar o nosso governo, embora não acredite que poderão comprometê-lo", afirmou.O presidente do PT afirmou que a construção de um modelo que busca novas bases para gerar emprego e renda leva em conta a procura por mercados para as exportações brasileiras, o que também exige linhas de crédito ao País. No entanto, avaliou que, como a guerra afetará todas as economias do mundo, o Brasil terá dificuldades para ampliar suas exportações por conta do impacto do conflito na economia mundial, além das dificuldades para obtenção de linhas de crédito às vendas externas.Genoino acredita que a valorização do dólar frente ao real e a alta do preço do petróleo causarão os impactos mais imediatos para as economias brasileira e mundial. Para diminuir o impacto da guerra, o PT defende a realização das reformas tributária e previdenciária o mais rápido possível.Veja o especial sobre os Fóruns de Davos e Porto AlegreVeja o índice de notícias sobre o Governo Lula - Os primeiros 100 dias Veja o índice de notícias sobre a transição e a Presidência

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.