Guerra critica justificativa dada por Rossi

O presidente nacional do PSDB, deputado Sérgio Guerra (PE), criticou hoje a forma encontrada pelo ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi para justificar o seu pedido de demissão da Pasta. Guerra destaca que, na carta de demissão, Rossi atribuiu sua decisão a uma "campanha sórdida" da imprensa.

EQUIPE AE, Agência Estado

18 de agosto de 2011 | 20h37

Segundo o presidente do PSDB, "esse texto é uma atitude hipócrita, típica de quem foi pego em atos de improbidade: mostrar falsa indignação e procurar desviar o foco da questão real cuja divulgação expressou fatos relatados por membros de seu próprio ministério e de seu partido".

Para Guerra, "esse é mais um episódio na triste trajetória da aliança que sustenta o governo atual. E, certamente, não é o capítulo final". O líder tucano diz ainda, na nota, que o partido não vai se intimidar e que vai continuar apoiando todas as ações que tenham como objetivo o combate à corrupção e à defesa do Estado brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
GuerraRossidemissãoAgricultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.