Grupos protestam durante eventos de Dilma no RS

Os dois locais dos eventos da presidente Dilma Rousseff em Novo Hamburgo (RS) foram cenário de protestos. Enquanto Dilma discursava na inauguração de creches, um grupo do setor de calçados empunhava faixas contra os embargos argentinos às exportações brasileiras. "Moleza com argentinos é desemprego no Brasil", dizia uma delas. Segundo os manifestantes, cerca de 760 mil pares de calçados foram embargados pelas autoridades argentinas.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

11 de outubro de 2013 | 20h47

Antes de entregar os diplomas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), o pavilhão do Centro de Convenções Fenac foi tomado por um grupo de agricultores familiares que criticam a demarcação de terras indígenas no Estado do Rio Grande do Sul. A presidente conversou com o grupo antes do início do evento e prometeu que o governo manterá o diálogo.

Neste sábado, 12, Dilma anuncia investimentos do PAC Mobilidade Urbana para o metrô de Porto Alegre, seguindo estratégia de mostrar resultados do governo, se aproximar da população e aumentar a exposição pública com agendas oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaRSprotestos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.