Grupos gays se reúnem com Garotinho

Seis representantes de grupos que representam os homossexuais no Estado do Rio estiveram reunidos durante uma hora, na tarde deste domingo, com o governador Anthony Garotinho (PSB), no Palácio das Laranjeiras.Eles cobraram da administração estadual iniciativas para reduzir a discriminação, sendo a principal a regulamentação da lei estadual 3.406, que proíbe e pune práticas discriminatórias contra os gays.O governador prometeu regulamentar a lei ainda na noite deste domingo. Na próxima quarta-feira deve realizar-se uma solenidade simbólica de regulamentação no Palácio da Guanabara, com a presença de representantes do governo estadual e de entidades de defesa dos homossexuais.Estiveram com Garotinho membros dos grupos Atobá, Arco-Íris, Chá das Travestis e Movimento Belas. A reunião chegou a ser confirmada e cancelada várias vezes pela assessoria de comunicação do governo.O secretário estadual de Direitos Humanos, João Luiz Pinaud, também participou do encontro. O governador do Rio provocou polêmica na semana passada após declarar em um programa de televisão que é contra o homossexualismo, acrescentando amar os homossexuais."Não gostaria para os outros o que não desejo pra mim", disse Garotinho, que afirmou ainda que "odeio o pecado, mas não o pecador".As afirmações do governador provocaram reações imediatas de grupos organizados ligados a homossexuais. As frases ditas por Garotinho chegaram a ser veiculadas pela Internet, via Rede Internacional Gay e Lésbica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.