Grupo ligado ao PSOL 'dedetiza' escadarias do TJ-ES

As escadarias do Tribunal de Justiça do Espírito Santo foram ?dedetizadas? ontem pelo Comando de Caça aos Corruptos. O protesto foi organizado pela Intersindical, central ligada ao PSOL, como forma de exigir a apuração rigorosa do esquema de venda de sentenças no TJ capixaba desarticulado pela Operação Naufrágio, da Polícia Federal no início do mês. No passado, o mesmo grupo já ?dedetizou? a Assembléia Legislativa, o Palácio Anchieta, no governo José Ignácio, e o Tribunal de Contas.Anteontem, o corregedor nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, propôs ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a abertura de processo disciplinar para investigar as denúncias contra o desembargador Frederico Guilherme Pimentel, presidente afastado do Tribunal de Justiça (TJ) do Espírito Santo. Pimentel foi um dos oito presos na Operação Naufrágio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.