Grupo de Casagrande monta frente evangélica pró-Dilma

O senador Renato Casagrande (PSB), governador eleito do Espírito Santo, só deverá entrar na campanha presidencial de Dilma Rousseff (PT) na semana que vem, porque nesta ele tirou "férias" para descansar do primeiro turno. Porém, o seu grupo político não ficou parado e articulou uma frente evangélica de apoio à petista.

ERNESTO BATISTA, Agência Estado

15 de outubro de 2010 | 16h12

O governador eleito tirou a folga logo depois de anunciar a sua equipe de transição, na semana passada. Ele viajou para fora do Estado com a família. A sua assessoria informou que ele só retomará as atividades na próxima semana. Na semana passada, ele já havia dito que o seu papel será de coordenação. "Agora temos um papel de militância, de ir para as ruas. Vou cumprir o papel de liderança", disse, ao anunciar a equipe de transição.

Já o seu vice, Givaldo Vieira (PT), teve um agenda cheia esta semana. Ele teve diversas reuniões com mais de 70 lideranças evangélicas e conseguiu instituir o Comitê Evangélico Pró-Dilma no Espírito Santo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.