Grupo acampa na frente de fazenda de líder arrozeiro

Em Roraima, a tensão marca a véspera da retomada do julgamento sobre a legalidade da demarcação da terra indígena Raposa Serra do Sol.No vilarejo de Surumu, a 190 quilômetros de Boa Vista, o Conselho Indígena de Roraima (CIR) está reunindo cerca de 1.500 índios para assistir ao julgamento e participar de uma feira cultural. Desde sábado, um grupo de 300 indígenas acampa em frente à Fazenda Depósito, do líder arrozeiro e prefeito de Pacaraima, Paulo César Quartiero (DEM), para pressioná-lo a deixar a área.O acampamento fica na comunidade 10 Irmãos, a cerca de oito quilômetros de Surumu. Em abril, o local foi palco de um dos mais sérios confrontos entre índios e não-índios na região, depois que indígenas invadiram a fazenda e foram recebidos a bala por funcionários de Quartiero.O macuxi Dionito José de Sousa, coordenador do CIR, garante que não haverá ocupação da fazenda até a conclusão do processo de retirada dos não-índios. "Embora a terra seja nossa, vamos aguardar o processo de retirada dos habitantes não-índios, que será feito pelas autoridades competentes."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.