Gripe cancela ida de Dilma ao Rio Grande do Norte

Mais uma vez em decorrência de uma forte gripe ainda não curada, a presidente Dilma Rousseff cancelou um compromisso da agenda oficial. Desta vez, foi a viagem ao Rio Grande do Norte, onde inauguraria, nesta manhã, o aeroporto internacional governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

09 Junho 2014 | 10h05

De acordo com a Secretaria de Imprensa da Presidência, a presidente precisou cancelar a presença na cerimônia, por causa da gripe, e o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, irá representá-la. Na manhã da última quinta-feira (5), a presidente Dilma já havia adiado entrevista que concederia à Rede Record para defender a realização da Copa do Mundo no País. Naquela ocasião, o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, justificou seu atraso à reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, Conselhão, dizendo que a presidente Dilma tinha tomado a vacina da gripe, que acabou deixando-a gripada.

Mesmo assim, a presidente acabou cumprindo os compromissos previstos para os dias seguintes, inclusive para o fim de semana, mas sua voz estava visivelmente enrouquecida nos discursos que fez e ela ainda demonstrava sinais da gripe. O frio que pegou no Rio Grande do Sul, na sexta-feira e sábado, acabaram contribuindo para dificultar sua recuperação.

Ontem, no entanto, Dilma ainda foi a Belo Horizonte, na cerimônia de inauguração do Centro de Controle de Operações do Tráfego e para doar 19 ambulâncias para expansão do SAMU 192 de Minas Gerais, Estado do seu principal adversário nas eleições de outubro.

Dilma permanece durante a manhã desta segunda-feira no Palácio da Alvorada e a agenda de hoje à tarde, em Brasília, até agora, está confirmada. Ela deverá participar, às 16h30, da solenidade de sanção da lei que dispõe sobre cotas no serviço público federal, no Palácio do Planalto.

Mais conteúdo sobre:
Dilma gripe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.