Greve de servidores da Previdência completa 38 dias

Servidores da Previdência completaram nesta sexta-feira 38 dias de greve. De acordo com o Ministério da Previdência e Assistência Social, entre 70% e 80% dos 34 mil funcionários aderiram ao movimento.Segundo o ministério, a paralisação afetou sensivelmente os trabalhos, já que cerca de 15 mil processos não estão sendo atendidos por dia. A greve provocou um aumento nos acessos da página do Ministério do Previdência na Internet.De acordo com o ministério, houve um crescimento aproximado de 100%. Isso porque, em alguns casos, a única forma possível de requerer um benefício, como a licença maternidade, está sendo por meio da Internet.JustiçaO Conselho da Justiça Federal e a Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajufe) não souberam informar nesta sexta-feira quantos servidores da categoria estão em greve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.