Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Greve de juízes pode encerrar negociações, diz Pellegrino

O líder do PT na Câmara, Nelson Pellegrino, afirmou que a greve anunciada pelos juízes pode estabelecer um clima de confronto, e pode levar o governo a encerrar de vez as negociações em torno da proposta de reforma previdenciária. "Se radicaliza de um lado, pode levar à radicalização do outro. O relatório de José Pimentel (PT-CE) é o ponto de equilíbrio que foi fruto de muito esforço. Mexer seria inviabilizar a reforma, ou mesmo operar um retrocesso. Por isso buscamos votar o mais rápido possível", disse Pellegrino.O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) defendeu o diálogo como forma de negociar pontos de interesse da reforma da Previdência. ?O caminho é do diálogo e da ação, para que as reformas sejam colocadas em prática", afirmou Alckmin. Ele garantiu que este não é o momento para paralisações, referindo-se à greve programada pelo Poder Judiciário para o próximo dia 5 de agosto.

Agencia Estado,

22 de julho de 2003 | 11h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.