Greve de caminhoneiros fracassa no Rio

A greve dos caminhoneiros, pelo menos no Rio de Janeiro, organizada pelo Movimento União Brasil Caminhoneiro, fracassou. Ao contrário do que ocorreu em maio de 1999, quando várias estradas foram interrompidas em todo o País, no único local de protesto no Rio, a Rodovia Washington Luís, em Duque de Caxias, apenas 20 caminhões-tanque estavam parados em fila, no acostamento, por volta das 14h. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o número de caminhões era maior na parte da manhã, mas não passava de 40. De acordo com o organizadores da greve, desta vez, ao invés de protestar nas estradas, os caminhoneiros autônomos não saíram de casa. No entanto, o movimento de caminhões na Washington Luís era intenso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.