Gregori: invasão de fazenda é desnecessária

O ministro da Justiça, José Gregori, classificou há pouco de "equivocada" e "desnecessária" a invasão da fazenda Renascença, do embaixador Paulo Tarso Flecha de Lima, por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), que chegaram a utilizar táticas de guerrilha para enfrentar a polícia mineira, em caso de confronto. De acordo com Gregori, o governo jamais se recusou a negociar com os sem-terra. O ministro classificou a ação do MST, em Uruana, e demais regiões do País como política e disse que o governo está atento a todas as manifestações, mas até agora não foi informado sobre a possibilidade de uma tentativa de ocupação da fazenda Córrego da Ponte, em Buritis, Minas Gerais, de propriedade da família do presidente Fernando Henrique Cardoso. "Se isso ocorrer, o governo vai adotar todas as medidas para evitar uma ocupação", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.