Gregori critica falta de apoio a plano de segurança

O ministro da Justiça, José Gregori, criticou hoje a falta de apoio da Justiça, da OAB e da classe política para o andamento do Plano Nacional de Segurança. Hoje, no lançamento do programa de ações integradas de prevenção contra a violência em quatro capitais - Recife, São Paulo, Rio de Janeiro e Vitória -, o ministro disse que a Justiça não tem se mostrado uma aliada. Ele citou por exemplo decisões do governo, como o controle na venda de armas e maior disciplina nas programações de TV, que foram derrubadas pelos tribunais superiores. Com relação à falta de apoio da classe política, Gregori admitiu que não teve tempo de conversar com os parlamentares mas disse que, assim que for resolvida a questão das presidências da Câmara e do Senado, iniciará os contatos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.