Greenhalgh recua e fala em 30 dias para tramitação das reformas

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), afirmou que em trinta dias a comissão deverá votar os dois relatórios sobre as propostas de emenda constitucional da reformas tributária e previdenciária. Greenhalg fez a declaração ao chegar na Câmara após reunião com o ministro da Casa Civil, José Dirceu, e líderes governistas. Antes da reunião, ele afirmou que precisava de 30 a 45 dias.Greenhalgh disse que fará audiências públicas apenas se for necessário e que vai garantir "a palavra franca e aberta de todos os deputados da comissão" para que as questões sejam exaustivamente debatidas. O deputado petista está reunido com o presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), para discutir a possibilidade de um esforço concentrado na CCJ, com reuniões de segunda a sexta-feira para discutir as reformas. Segundo ele, poderá haver também reuniões da comissão à noite. Disse ainda que não tem os nomes dos relatores das reformas na CCJ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.