Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Graça deveria ter renunciado 'há muito tempo', diz Marta

Senadora petista, que vem fazendo críticas frequentes ao governo Dilma, ataca demora para anúncio de mudanças na Petrobrás

DANIEL CARVALHO, BEATRIZ BULLA E FÁBIO FABRINI, O Estado de S. Paulo

04 Fevereiro 2015 | 12h53

Brasília - Crítica do governo Dilma Rousseff, a ex-ministra e senadora Marta Suplicy (PT-SP) disse que a agora ex-presidente da Petrobrás, Graça Foster, deveria ter renunciado ao cargo "há muito tempo". A oficialização da saída de Foster e de cinco diretores da empresa foi feita na manhã desta quarta-feira, 4, em ofício da estatal à BM&FBovespa.

"Concretizou-se o que tinha que ter sido feito há muito tempo", disse Marta à reportagem, quando deixava a cerimônia de posse do novo ministro do TCU (Tribunal de Contas da União), Vital do Rego, no fim da manhã desta quarta.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), não quis comentar o assunto. Também estava na cerimônia o vice-presidente Michel Temer (PMDB), que saiu sem falar com os jornalistas.

Em nota, a Petrobrás informou que "o Conselho de Administração se reunirá na próxima sexta-feira, 6, para eleger nova Diretoria face à renúncia da Presidente e de cinco Diretores".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.