Governo vive fase de otimismo crítico, diz Rebelo

Em entrevista no Palácio do Planalto, o ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, disse que o governo vive uma fase de "otimismo crítico". Para ele, a pesquisa CNI/Ibope, que mostrou a queda de popularidade do governo, é como "resultado de jogo de futebol", indicando a avaliação do time. "Estamos otimistas e confiantes no que fazemos, mas também temos consciência dos desafios a enfrentar. Não nos falta coragem para tomar medidas". Na pesquisa, a avaliação "ótimo/bom" do governo caiu 4 pontos porcentuais (de 34% para 29%) e a de "péssimo/ruim" subiu 3 (de 23% para 26%).Número de vereadoresO ministro da Coordenação Política afirmou que o governo não se intrometeu na votação, pelo Senado, da proposta de emenda constitucional (PEC) que restringia em 40% o corte de vagas de vereadores para as próximas eleições municipais. O Senado derrubou a proposta e, com isso, prevalece a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE): no ano que vem, o Brasil terá 8.538 vereadores a menos. "O governo entrou nessa PEC como Pilatos no credo", comparou. Em outras palavras: o governo lavou as mãos. "Não tínhamos nada a fazer", comentou Rebelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.