Governo vai propor desoneração da folha em projeto de lei

O ministro das RelaçõesInstitucionais, José Múcio, garantiu que a desoneração da folhade pagamentos continua incluída na proposta de reformatributária, enquanto o líder do governo no Senado, Romero Jucá(PMDB-RR)), afirmou que ela será encaminhada simultaneamentecomo projeto de lei específico. Na noite de segunda-feira, após reunião de representantesdas centrais sindicais com o presidente Luiz Inácio Lula daSilva, o deputado e dirigente da Força Sindical, Paulo Pereirada Silva, disse que o governo ia retirar da proposta de reformatributária a redução da contribuição patronal à Previdência. "Em momento algum o presidente disse que essa propostaseria retirada", disse Jucá. "Está na proposta", confirmouMúcio, "mas os detalhes vão para discussão e não é umadiscussão de curto prazo". A desoneração da contribuição patronal ao INSS foianunciada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e a idéia dogoverno era de uma redução gradual de 1 por cento ao ano de2010 a 2016. Jucá confirmou que a preocupação das centrais é com aquestão previdenciária, mas que a desoneração não foiabandonada e que seguirá em separado ao Congresso, em projetode lei específico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.