Governo vai pesquisar quantos pobres o Brasil tem

Sem saber exatamente quantos pobres tem o Brasil, o governo criou nesta segunda-feira um grupo de trabalho para definir a linha oficial de pobreza. O objetivo é estabelecer o valor de renda mensal abaixo do qual todo brasileiro será considerado pobre e, portanto, alvo de programas sociais como o Fome Zero.A iniciativa é do Ministério Extraordinário de Segurança Alimentar (Mesa), que fixou prazo de 150 dias, prorrogáveis por mais 30, para os técnicos concluírem a tarefa. Assim, se tudo correr conforme o esperado, o governo finalmente saberá com clareza o tamanho da dívida social que se propõe a pagar.Os dados atualmente disponíveis variam de acordo com os critérios utilizados. Para o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), por exemplo, o País tem 56,9 milhões de pobres, dos quais 24,7 milhões seriam indigentes. Para o ministério, no entanto, a pobreza alcança 46 milhões de pessoas. Ou seja, 10 milhões a menos. Quem está certo??A linha da pobreza é uma síntese que mostra o tamanho do problema e permite estabelecer metas?, diz a diretora de Pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Maria Martha Mayer. Ao dimensionar a pobreza, a linha oficial serve como parâmetro para avaliar o impacto positivo ou não das ações de governo. Segundo Maria Martha, é assim que funciona nos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.