Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Governo vai apresentar ao Congresso pareceres de juristas independentes sobre pedaladas

Documentos que defendem o Planalto em relação às 'pedaladas fiscais' e outras manobras feitas em 2014 serão entregues à senadora Rose de Freitas, presidente da Comissão Mista de Orçamento

Bernardo Caram e João Villaverde, O Estado de S.Paulo

24 Novembro 2015 | 17h34

BRASÍLIA - O governo Dilma Rousseff vai entregar nesta terça-feira, 24, à Comissão Mista de Orçamento (CMO) três pareceres feitos por juristas, que classificou como independentes, e que defendem o governo em relação às "pedaladas fiscais" e outras manobras feitas em 2014. As práticas ensejaram a rejeição das contas federais pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Os pareceres são assinados pelo jurista Heleno Torres e pelos professores de Direito Financeiro Mizabel Derzi, da UFMG, e Carlos Walder, da UFPE. Os documentos foram organizados pelo Advogado Geral da União (AGU), Luís Inácio Adams.

Adams pretende ir, pessoalmente, no início da noite desta terça, ao gabinete da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), presidente da CMO, para entregar os pareceres. A ideia é convencer deputados e senadores quanto à legalidade das contas de 2014 do governo Dilma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.