Governo vai acelerar projeto do submarino nuclear

O governo federal decidiu acelerar o projeto de construção do submarino nuclear brasileiro que, desde 1979, vem sendo desenvolvido pela Marinha. Uma verba especial, superior a R$ 25 milhões, deverá ser liberada na próxima semana para reduzir o atraso no cronograma das etapas desenvolvidas no Centro Tecnológico de Aramar, em Iperó, região de Sorocaba, interior de São Paulo.Os recursos serão empregados na instalação do protótipo terrestre do reator nuclear que vai equipar o submarino. As peças que compõem o vaso do equipamento estão prontas, faltando a montagem e a conclusão das instalações civis.Em mensagem encaminhada quarta-feira à administração do centro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reafirmou seu apoio ao "pleno desenvolvimento" do programa. Os ministros da Defesa, José Viegas Filho, e da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos, foram portadores da mensagem e visitaram as instalações.Com a verba adicional prometida pelo governo, a construção do submarino pode ser concluída até 2017. Na tentativa de antecipar o cronograma, o presidente Lula autorizou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a financiar alguns projetos específicos do programa, liberando também verbas a fundo perdido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.